Antes de pensar em trabalhar com a Gestão Virtual é importante que você saiba o que é um Gestor/Assistente Virtual. Se você trabalha na área, já está mais do que familiarizado com o termo.

No entanto, eu sei que é bastante comum a gente se enrolar na hora de dizer o que nós fazemos. Por isso, resolvi criar esse texto para ajudar quem está chegando a educar os clientes sobre a nossa atividade.

O que é um Gestor/Assistente Virtual, afinal?

O Gestor/Assistente Virtual é um profissional que oferece serviços aos clientes virtualmente – definição de forma bem genérica. Isso porque existem inúmeras atividades que podem ser desenvolvidas por esse profissional e até especialidades para cada tipo de serviço.

No caso do Gestor de Mídias Sociais ele pode se especializar em anúncios do Facebook ou gerenciamento do Instagram. Já o Gestor Administrativo pode focar em Gestão de projetos e o Gestor Financeiro em planejamento financeiro.

Existem Gestores/Assistentes que preferem oferecer uma variedade de serviços enquanto outros optam em se especializar em determinadas atividades para se tornarem autoridades no assunto.

Você pode diferenciar seu trabalho por nicho. Gestor/Assistente Virtual só para festas e eventos, para arquitetos e engenheiros, para advogados, para lojas pet, para viagens, entre outras opções.

Quando o Gestor/Assistente Virtual aprende a executar várias atividades ele tem a possibilidade de atender hoje um determinado grupo de pessoas. Se ficar escasso, pode mudar a direção sem problema algum.

O Gestor/Assistente Virtual não pode ser considerado funcionário de uma empresa porque não é contratado como CLT, mas pode facilmente fazer parte da equipe por ser um prestador de serviço, principalmente, quando os serviços se tornam recorrente.

Na maioria das vezes, o profissional mora bem longe do seu cliente o que não impede que ele faça um bom trabalho, pois o termo virtual é justamente para mostrar que o trabalho pode ser feito de qualquer lugar do mundo.

Por que isso acontece? Porque o Gestor/Assistente Virtual precisa apenas de um computador, celular e boa conexão de internet para desenvolver suas atividades diárias. Sendo assim, é possível atender clientes no Brasil e no exterior seguindo a mesma dinâmica.

Contudo, é preciso entender que a maior preocupação do Gestor/Assistente Virtual é dar o suporte administrativo, financeiro, comercial ou mídias sociais para seu cliente. Portanto, acabamos assumindo o papel de braço direito dos nossos clientes.

Quais serviços posso oferecer como Gestor/Assistente Virtual?

O mais interessante do trabalho de Gestor/Assistente Virtual é que existem vários serviços que podem ser oferecidos aos clientes. Você pode se surpreender ao saber que muitas coisas que executa na sua rotina diária podem ser feitas de forma online.

Confie em mim eu trabalho com a Gestão/Assistência Virtual há algum tempo

Algumas das minhas primeiras tarefas foram bem simples como preenchimento de dados, organização de documentos e marcação de compromissos. Mas com o tempo vi a possibilidade de acrescentar a gestão para diferenciar o meu trabalho.

Foi nesse momento que dividi a Gestão Virtual em 5 tipos de gestão: Administrativa, de Pessoas, Financeira, Comercial e Mídias Sociais. Com o curso Gestão Virtual outros tipos de Gestão foram surgindo como Gestão de Viagens e Gestão da Cultura.

Portanto, você pode muito bem iniciar o negócio com atividades mais simples e aprender habilidades mais avançadas no futuro para se tornar um especialista ou mesmo abrir o leque de possibilidades para ter uma vantagem competitiva no mercado.


Veja 60 ideias de serviços que você pode oferecer como Gestor/Assistente Virtual:

Gestão Administrativa

Gestão de Pessoas

Gestão Financeira

Gestão Comercial

Gestão de Mídias Sociais

Outros tipos de gestão

Confira neste vídeo o que é a Gestão Virtual

Você não precisa aprender ou saber todos esses serviços para começar a trabalhar como Gestor/Assistente Virtual. Veja aquilo que já sabe fazer e comece a oferecer para algumas pessoas.

Para você ter ideia alguns clientes estão até disposto a treinar pessoas para ter um profissional capacitado para atender suas necessidades. Portanto, não deixe que o medo paralise você na hora de oferecer seus serviços.

Viu só como foi fácil compreender o que é um Gestor/Assistente Virtual? Mais ainda de entender que a profissão está mais perto da realidade do que você imagina. O que acha de colocar a mão na massa agora mesmo?

Sua vez! Você acredita que a Gestão/Assistência Virtual é para você? Coloque sua resposta nos comentários e aproveite para conferir o artigo “Como se tornar um Gestor/Assistente Virtual” aqui no blog.