Você já deve ter lido aqui no blog sobre os tipos de gestão e serviços que podem ser oferecidos para os clientes. Mas como definir serviços de Gestor/Assistente Virtual no meio de tantas possibilidades?

Quando comecei a trabalhar como Gestora Virtual meu foco era oferecer aquilo que eu sabia fazer, que tinha experiência e conhecimento. Depois eu comecei aprender outras atividades que achava interessante e via muita procura.

Então você começa pelos serviços que gosta de fazer?

Começar a oferecer aquilo que gosta de fazer é uma ótima ideia até para você se adaptar à profissão, conhecer o mercado e entender qual tipo de serviço pode oferecer como um especialista no futuro.

Você provavelmente quer ser um Gestor/Assistente Virtual porque seu trabalho atual não está deixando você feliz, além de querer ter uma vida profissional mais flexível. Então nada melhor do que investir em alguma paixão.

O problema é que muitas pessoas que começam a trabalhar como Gestor/Assistente Virtual só querem ter clientes e ganhar dinheiro. Depois de um tempo podem se frustrar porque apenas trocou um trabalho presencial para home office.

Por isso, tentar oferecer as atividades que gosta de fazer inicialmente pode ajudar você a se apaixonar pela profissão. Com o tempo você pode aprender novas atividades e conquistar mais clientes.

O que acha de começar pelos serviços que realmente sabe fazer?

Nem sempre o que gostamos de fazer é a nossa maior habilidade. Às vezes você é especialista em fazer planilhas, mas que não é a tarefa mais amada. No entanto, também não é uma tarefa que você não suportaria fazer.

Que tal relacionar tudo aquilo que sabe fazer muito bem e sinalize o que você teria interesse em oferecer para seus clientes? Veja em que cada tipo de gestão essas atividades se encaixam para criar um combo de serviços.

Talvez a sua especialidade só não lhe dava tanto prazer por conta da sua rotina intensa e pressão dos seus chefes. Eu mesma estava super infeliz no meu trabalho. Não por conta do que eu fazia, mas pelo ambiente de trabalho e toda pressão que vivia.

E se definir serviços mais simples e rápidos para começar?

Essa é uma opção que eu indico para quem ainda não faz ideia por onde começar. Para aqueles que não tem certeza sobre suas principais habilidades e tão pouco sabe o que realmente lhe dar prazer para prestar serviço.

Atividades como digitação de dados, pesquisa online, cotação de preços e lembretes são tarefas simples e fáceis de fazer. Você pode perfeitamente iniciar com esses serviços até descobrir o que pode oferecer mais para seus clientes.

Como você quer trabalhar também pode definir seus serviços?

Sim!!! Não é porque o Gestor/Assistente Virtual trabalha de forma online que você não pode prestar serviço de forma presencial. Se é dessa forma que deseja trabalhar, não há problema algum com isso.

Da mesma forma, você deve pensar nas atividades que mais se identifica, no jeito de apresentar essas tarefas e até como gostaria de ganhar dinheiro pelos serviços que serão prestados por você.

Então responda as seguintes perguntas:

No meu caso eu só assumo serviços que podem ser feitos de forma virtual porque sou nômade digital e não consigo estar presencialmente com meus clientes. Além disso, não faço atendimento por telefone por conta do meu fuso horário.

Gosto de trabalhar de qualquer lugar do mundo. Por isso, não me prendo aos serviços com horários e locais fixos. Você deve pensar da mesma forma: fazer algo de acordo com a sua realidade.

Ser especialista é melhor que atirar para todos os lados?

Ter várias opções de serviços pode até parecer uma boa ideia no início. Mas pense comigo: uma pessoa que oferece 100 serviços pode parecer estar tentando ser tudo para todo tipo de pessoa, mas quem quer comprar de alguém sem foco?

Quando você começa a trabalhar como Gestor/Assistente Virtual é realmente tentador oferecer todo tipo de serviço, mas isso pode significar que você não sabe o que fazer e apenas quer agarrar a primeira oportunidade que aparecer no seu caminho.

Se você faz todo tipo de serviço mais concorrentes terá porque existem várias pessoas na mesma situação. A única coisa que vai diferenciar vocês é o preço. Se pensar dessa forma, seu negócio de gestão virtual não terá muito futuro.

Portanto, se dedique a um tipo de gestão ou grupo de serviços e foque em algum nicho específico. Por exemplo: prestar serviços administrativos para advogados ou serviços de mídias sociais para influenciadores digitais de moda. 

Ao focar em um tema específico as pessoas vão entender o que você realmente faz. Você se torna um especialista no assunto com mais possibilidades das pessoas contratarem você ou indicar os seus serviços especializados.

Será que você pode aprender coisas novas para oferecer aos clientes?

Como a Gestão/Assistência Virtual está sempre relacionada com atividades administrativas e financeiras, muitas pessoas não fazem ideia das inúmeras possibilidades de serviços que podem ser oferecidos por esse profissional.

Eu aprendi mais coisas a partir do momento que comecei a trabalhar como gestora virtual do que em mais de 15 anos trabalhando em multinacionais. Toda vez que o cliente perguntava se eu sabia fazer algo, se eu não soubesse dizia que não, mas sempre estive disposta a aprender.

Logo eu descobria uma nova habilidade que eu jamais imaginei ter até aprender a desenvolvê-la. Então, aprenda coisas novas e se surpreenda quando isso se tornar o serviço que mais vai te dá prazer. 

Só você sabe no que é bom e como deseja que seja sua vida profissional. Talvez você saiba exatamente quais serviços oferecer porque já trabalha na área de forma presencial e precisa apenas adaptar para o virtual.

Talvez precise aprender algumas atividades para iniciar na carreira ou comece oferecendo serviços mais simples para ter uma cartela de clientes. O fato é que com o tempo você mesmo vai perceber o que funciona ou não para você.

Então não procure se pressionar para definir os serviços de Gestor/Assistente Virtual. Não coloque isso como dificuldade para começar o seu trabalho. Vá testando até entender no que você deve focar.

Gostou do nosso artigo para definir serviços de Gestor/Assistente Virtual? Quer conhecer mais opções? Então leia o texto “Quais serviços de Gestão/Assistência Virtual posso oferecer?” e confira mais de 200 possibilidades.