Para ser um assistente ou  gestor virtual ou ainda qualquer outro profissional de sucesso é preciso superar suas crenças limitantes. Muito tem se falado nos últimos tempos sobre elas. Acredito que você já deve ter visto esse termo pelo menos uma vez ao navegar pela internet, não é mesmo? Mas o que exatamente são essas crenças e como então é possível superá-las? É sobre isso que falarei com você no artigo de hoje! Continue a leitura. 

O que são crenças limitantes?

Crenças limitantes, como o seu próprio nome diz, são ideias pessoais que limitam o indivíduo a se desenvolver ou realizar determinada atividade. São medos e preocupações que, ainda que válidas, acabam restringindo e sendo bastante prejudiciais. 

Elas são comuns, principalmente nos profissionais que estão iniciando suas carreiras autônomas, como pode ser o caso de um gestor ou assistente virtual, e ainda não se estabeleceram com uma base de clientes sólida. Porém, independentemente da área de atuação ou da experiência, todos estão sujeitos a enfrentar esse tipo de pensamentos. 

O importante é entender que não se deve tornar essas crenças limitantes algo permanente, se apegando a elas, e buscar sempre formas de superá-las, para que seja possível o alcance dos objetivos, sejam eles pessoais ou profissionais.

Crenças limitantes na assistência ou gestão virtual

É muito comum se deparar com dúvidas durante o seu processo de amadurecimento e crescimento profissional, principalmente em relação às suas capacidades e habilidades. Nesse contexto, algumas perguntas bastante comuns são:

Outras crenças limitantes frequentemente encontradas no dia a dia dos assistentes e gestores virtuais dizem respeito também à área de atuação, principalmente se trabalham de maneira autônoma. 

Se, por exemplo, existem muitos profissionais atuando e oferecendo os mesmos serviços, ou se isso é algo que o próprio cliente poderia fazer, seriam as chances de ser contratado cada vez menor?

É fundamental, então, aprender a lidar com essas crenças limitantes e mudar a sua mentalidade para não deixá-las restringir o seu sucesso nessa e em qualquer outra carreira. 

Como lidar com essas crenças para ser um Assistente ou Gestor de sucesso?

É sim possível vencer as crenças limitantes e isso não requer nenhuma atitude extraordinária, basta comprometimento. Confira algumas dicas a seguir. 

1. Profissionalismo

A primeira, e uma das mais importantes, formas de vencer suas crenças limitantes e poder então ter sucesso na sua área é se levar a sério, afinal se você não fizer isso, quem vai? 

Tenha em mente que você está começando um negócio próprio e para que ele cresça é preciso investir e se dedicar em seu desenvolvimento e aperfeiçoamento. 

Isso pode significar muitas coisas. Primeiramente, como se estivesse em qualquer outra área de atuação, é preciso conhecer as peculiaridades do trabalho, quais as principais funções a serem realizadas, os problemas comuns que os clientes enfrentam, onde encontrar certificações e conteúdos relevantes, etc. 

Em segundo lugar, é preciso tratar esse trabalho como qualquer outro, não como um “hobby” ou um mero passatempo. Ainda, na maioria dos casos, será necessário se regularizar e ter um cnpj. Esse é o recomendado. Então, providencie isso também e demonstre para si mesmo e para os seus clientes que você leva sua função a sério.

2. Habilidades necessárias

Sobre ser bom o suficiente ou não e ter as habilidades necessárias, primeiro é preciso deixar claro que se um cliente te contrata isso já significa que você é bom sim. Mas de qualquer forma, se ainda está em dúvida ou no processo de contratação, invista no seu desenvolvimento profissional para adquirir e aprimorar as suas habilidades e melhorar as suas chances de ser contratado. 

E mesmo que já possua uma carteira de clientes razoável dentro dos seus padrões, nunca se esqueça de que continuar se aperfeiçoando é fundamental, afinal novas tecnologias são desenvolvidas diariamente e você não vai querer prejudicar seu cliente ou ser deixado para trás e voltar a duvidar de si mesmo, não é?

3. Conseguir clientes

Sobre conseguir clientes, independentemente da quantidade de assistentes e gestores no mercado, saiba que sempre vai ter um cliente disponível para você. Mostre para o seu cliente ideal as suas habilidades e como você pode ajudá-lo.

Mesmo que seja algo que o cliente pode fazer por si só, ter uma assistência pode fazê-lo ganhar mais tempo nos processos do dia a dia, pode ajudá-lo a cometer menos erros e principalmente a fazer o negócio dele crescer. Esses são apenas alguns dos motivos para contratar um assistente ou gestor virtual. Demonstre isso para o seu potencial cliente e as chances de conseguir fechar contrato são grandes!

4. Retorno financeiro

Outra crença limitante que merece ser tratada é sobre o dinheiro, ganhar bem o suficiente. Para receber é preciso trabalhar e para trabalhar é preciso colocar em prática o que foi citado nos parágrafos anteriores. 

Conquiste clientes pelas suas habilidades e experiências, mas não se encha de clientes, afinal isso pode acabar te atrapalhando, pois você pode não dar conta de tantos clientes com a mesma qualidade. Cobre seus próprios valores, baseando-se nas suas habilidades e experiências e não tenha medo de se valorizar, você vai encontrar alguém que pague o seu valor!

Se tem dúvidas de quanto cobrar, faça as contas a partir do quanto gostaria de receber no final do mês, quantas horas tem disponível para trabalhar e de quantos clientes consegue gerenciar durante esse período.

E caso tenha dúvidas sobre se irá conseguir honrar ou não com seus compromissos financeiros e com as despesas mensais, comece aos poucos. Não saia de seu serviço para ser um gestor ou assistente independente sem antes ter certeza que irá conseguir clientes, tente primeiro ir conciliando as duas coisas até começar a obter o retorno que precisa. 

Espero que essas dicas te ajudem a superar as crenças limitantes para que você possa se tornar um assistente/gestor virtual de sucesso. Caso precise de ajuda, conte comigo! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *