A melhor decisão que eu tomei na vida foi criar a profissão de Gestão Virtual porque posso trabalhar de qualquer lugar do mundo. Acredito que por essa liberdade recebo muitas mensagens me perguntando como ser um Gestor/Assistente Virtual.

Posso afirmar que o caminho não é difícil, mas é preciso disciplina e organização para fazer tudo funcionar. Vem comigo que eu explico qual o passo a passo que você deve seguir para dar o pontapé inicial na carreira.

Entenda o que não é um Gestor/Assistente Virtual

Como o Gestor/Assistente Virtual faz vários tipos de serviços, é possível que as pessoas confundam seu modelo de negócio, suas responsabilidades e obrigações. Por isso, é importante que você entenda o que não cabe ao profissional.

Gestores/Assistentes Virtuais não são funcionários

A primeira coisa que você deve saber é que o Gestor/Assistente Virtual não é funcionário de ninguém e sim um prestador de serviço. Portanto, não queira ser tratado como um colaborador, mas pode considerar fazer parte de uma equipe.

Gestores/Assistentes Virtuais não prestam serviço presencial

Como o próprio nome diz o trabalho é “virtual”, sendo executado de qualquer lugar do mundo. Por isso, o Gestor/Assistente Virtual não tem obrigação nenhuma de prestar serviço presencial, a não ser que se disponha a fazer isso.

Gestores/Assistentes Virtuais não tem suporte para equipamentos

A responsabilidade com equipamentos e espaço para trabalhar é toda do Gestor/Assistente Virtual. O profissional não recebe nenhum auxílio para suprir esses custos, mas é possível acrescentá-los no seu valor/hora.

Como ser um Gestor/Assistente Virtual

Agora que você já sabe o que não é um Gestor/Assistente Virtual é hora de conferir qual o passo a passo que deve seguir para se tornar um profissional da área. É importante seguir as dicas para não deixar brechas na construção do seu negócio.

Pratique o autoconhecimento

Antes de pensar em ser um Gestor/Assistente Virtual é importante você praticar o autoconhecimento para entender se está preparado para seguir carreira e lidar com todas as situações que envolvem a profissão.

Não dê ouvidos

Quando você decidir aprender uma nova profissão e seguir uma carreira diferente para muitas pessoas, se prepare que o que você mais vai ouvir são palavras de pessimismo. Então, se quer ter sucesso no seu negócio: NÃO DÊ OUVIDOS!

Pesquise e se prepare

Esse é o momento em que você precisa pesquisar bastante sobre o assunto, fazer um curso específico para se capacitar na área, preparar os equipamentos que vai precisar e listar os tipos de gestão e serviços que pode oferecer aos clientes.

Controle o financeiro

Você provavelmente não vai conseguir clientes da noite para o dia. Por isso, é fundamental verificar sua situação financeira no momento e definir uma reserva para suprir suas principais necessidades.

Aposte na comunicação e mídias sociais

“Quem não se comunica se trumbica!” Sendo assim, reserve um momento para criar um nome para seu negócio, uma identidade visual, criar páginas e perfis nas redes sociais, fazer um site e email profissional.

Formalize o seu negócio

Você até pode começar a trabalhar como autônomo, mas logo vai perceber a necessidade de formalizar o seu negócio. Uma das opções é abrir MEI, além disso, verifique como emitir NF, tenha modelos de contratos e recibos e abra uma conta digital.

Saiba precificar seu serviço

Para precificar o seu serviço é preciso definir quanto você deseja ganhar por mês, quantas horas e dias na semana vai conseguir trabalhar e quais são suas despesas mensais com a empresa.

Defina o nicho e se especialize

Quanto mais nichado for o seu público-alvo e se tornar um especialista em algum serviço, mais possibilidades de ganhos você tem. Depois é só tentar encontrar possíveis clientes e concorrentes.

Faça networking

Networking é fundamental para conquistar clientes e fazer seu negócio crescer. Por isso, crie uma rede de contatos, participe de eventos presenciais, grupos no facebook e whatsapp, construa relacionamento com pessoas que trabalham na área e aumente sua rede no Linkedln

Divulgue seu trabalho

Movimente suas redes sociais com conteúdos focados no público-alvo, compartilhe informações no blog, faça um trabalho voluntário, prepare o portfólio, se inscreva em plataformas freelancer e coloque a boca no trombone.

Prepare-se para prospectar clientes

Procure potenciais clientes nas redes sociais, faça prospecção nas zonas comerciais da sua cidade, envie propostas nas plataformas freelancer, envie mensagem e email com a apresentação do seu trabalho.

Continue aprendendo

A vida do Gestor/Assistente Virtual é um eterno aprendizado. Nesse caso, leia livros, artigos de blogs especializados como este aqui, faça cursos para aprender novas atividades e ferramentas e invista em uma mentoria especializada para acelerar o aprendizado.

Você até pode não estar preparado para isso, mas pelo menos agora consegue compreender como se tornar um Gestor/Assistente Virtual. O caminho pode parecer árduo, mas posso afirmar que vale muito a pena!

Que tal se capacitar para se tornar um Gestor/Assistente Virtual? Abri as matrículas para a próxima turma do meu curso Gestão Virtual. Vem aprender uma nova profissão para trabalhar de qualquer lugar do mundo!